Marte

Eu não consigo pensar em qualquer objeto no céu que tenha capturado tanta nossa imaginação quanto Marte.

O Planeta Vermelho já foi o deus da guerra, e nos tempos mais modernos tem sido o cenário para um zilhão de romances de ficção científica, filmes, programas de TV e muito mais.

E agora que nós fomos lá, Marte se tornou muito mais do que um tema para filmes: Tornou-se um mundo, um lugar… e, talvez um dia, um destino.

Marte é o quarto planeta do Sol e o mais externo dos planetas terrestres. Isto é, aqueles que são rochosos e similares em tamanho à Terra.

Ele orbita em média a um pouco mais de 200 milhões de quilômetros do sol.

Isso o coloca fora da órbita da Terra, e nunca chega muito mais perto de nós do que cerca de 60 milhões de quilômetros.

Tamanho e temperatura de Marte

Lá é mais frio que aqui também, com uma temperatura média da superfície de cerca de 60 graus abaixo de 0 graus (Celsius).

Não é um planeta muito grande. É apenas cerca de metade do tamanho da Terra.
Ainda assim, quando está mais perto de nós no espaço, ele brilha no céu noturno. Um farol vermelho que brilha como um olho furioso.

Sem dúvida, é por isso que as civilizações antigas associavam-na à guerra! Mas acontece que Marte não é vermelho porque é sangrento.

Poeira e ferrugem

É vermelho porque está enferrujado. Literalmente.

Aquela cor vermelha que você vê vem de pó fino na superfície.

A poeira é rica em ferro que é oxidado, formando ferrugem.

A poeira reveste muito da superfície, dando-lhe uma cor de caramelo, e também é soprado para a atmosfera.

Muita da superfície de Marte é também formada por uma rocha vulcânica cinza chamada basalto. E junto com outros minerais, dá a Marte uma aparência geral avermelhada.

Podemos ter uma visão decente de Marte da Terra usando telescópios, mas pequenos detalhes são difíceis de visualizar.

A ideia de um ambiente amistoso em Marte ficou em nossas imaginações até pelo menos os anos 60 e 70, quando começamos a enviar sondas para o planeta.

Eles não viram um lindo, mundo habitável: Em vez disso, o que obtivemos foram fotos de um planeta seco, morto e ameaçador.

A geografia da superfície de Marte é estranha.

Há uma enorme dicotomia entre o hemisfério norte, que é principalmente planícies lisas, e o sul, que é cheio de crateras e montanhas.

Pelo visto, Marte sofreu um tremendo impacto algumas eras atrás.

Deixou para trás uma vasta bacia perto do pólo norte do planeta, que se encheu de lava.

Mapas topográficos mostram que o hemisfério norte tem elevações muito menores que as do sul, e pode ser deprimido por vários quilômetros.

Do sul para o pólo norte é essencialmente descer!

Vulcões gigantes

Outra grande característica é a protuberância de Tharsis, um enorme platô que abriga os quatro maiores vulcões em Marte e o maior vulcão do sistema solar: o Monte Olimpo.

Marte não tem placas tectônicas hoje, mas há evidências que uma dia teve.

Tharsis foi provavelmente criado em um ponto quente, um local onde material mais quente subia pelo manto do planeta.

Isso pode explicar o que pode ter criado essa protuberância e uma cadeia de três vulcões menores (mas ainda enormes).
Mas a maior das características da superfície em Marte é Valles Marineris: Um canyon descoberto quando a sonda Mariner 9 orbitou Marte na década de 1970.

É um buraco gigantesco na superfície de Marte 4000 quilômetros de comprimento, 200 quilômetros de largura e 7 quilômetros de profundidade.

Isso é 10 vezes mais maior e 10 vezes mais largo que o Grand Canyon!

Ao contrário do Grand Canyon, não foi esculpido pela água. Pode ter se formado quando a protuberância do Tharsis se elevou, criando o vale como uma rachadura radial na superfície.

Calotas polares em Marte

Marte, como a Terra, tem calotas polares.

Ambos são compostos principalmente por gelo de água (vários quilômetros de espessura), mas eles recebem revestimentos sazonais de gelo seco (dióxido de carbono congelado), que cobre 1 a 8 metros de espessura.

Isso acontece em seus respectivos invernos. No verão, a luz do sol descongela o CO2, transformando-o diretamente em um gás que então sopra do pólo, gerando ventos fortes.

Falando nisso, Marte tem uma atmosfera, mas é fina.

A pressão na superfície é menos de 1% da Terra, e o ar é principalmente dióxido de carbono.

Na verdade, um terço da atmosfera marciana congela a cada inverno para revestir as calotas polares!

O ar não provê um escudo contra impactos de asteroides e cometas, então a superfície está cheio de crateras - e ainda é violentamente atingida até hoje.

A sonda espacial Mars Reconnaissance está circulando há tanto tempo que consegue ver novas crateras geradas em primeira mão!

No entanto, a atmosfera é suficiente para interagir com a superfície.

Ventos sopram sazonalmente preenchendo crateras com o pó onipresente.

Há também areia em Marte, feita de erosão rocha basáltica, então é cinza.

O vento sopra a areia formando belas dunas, incluindo uma séries de cordilheiras paralelas.

Marte também recebe poderosos ventos, semelhantes aos nossos tornados.

Esses tornados de poeira foram vistos da órbita, e quando eles sopram a poeira vermelha em torno do basáltico acinzentado das planícies, eles podem desenhar na superfície formas incrivelmente complexas e bonitas.

Uma das minhas descobertas preferidas sobre Marte é que tem avalanches!

Tem muitas falésias (encosta íngreme) na superfície e, na primavera, quando o dióxido de carbono congelado evapora, isso pode desequilibrar a encosta, causando grandes avalanches de rocha e poeira.

Várias eventos desses foram filmados por sondas espaciais.

Marte tem duas luas: pequenas rochas em forma de batatas chamadas Deimos e Fobos.
Ambas são minúsculas:
  • Fobos tem cerca de 25 quilômetros de diâmetro 
  • Deimos apenas 15.
Ambos se parecem muito com asteroides, e podem de fato terem sido capturados por Marte do cinturão de asteroides mais próximo.

Na verdade não está claro quais são suas origens.

Fobos orbita Marte apenas 6000 km sobre a superfície, e se move tão rapidamente em sua órbita que ele orbita mais rápido do que Marte gira;

Da superfície parece nascer no oeste e se por no leste.

As marés de Marte estão alterando sua órbita. Estão trazendo Fobos para mais perto da superfície.

Em alguns milhões de anos, espera-se que caia o suficiente para realmente entrar na atmosfera e impactar a superfície.

Isso vai ser muito legal de assistir … De uma distância segura é claro.

De alguns locais na superfície é possível ver as luas passarem pelo Sol.

Os robôs em Marte tiraram muitas fotos desses eventos, o que é muito legal.

Então, Marte tem rochas, ar, clima e vulcões.

Mas e a água?

Marte tem água congelada nos pólos, e quanto ao resto do planeta?

Sabemos que há gelo de água nas latitudes médias de Marte. Alguns recentes impactos de pequenos asteroides deixaram uma área branca ao redor deles. São depósitos subterrâneos de gelo espalhados pelo impacto.

Não havia, até então, fortes evidências de água líquida na superfície de Marte.

Felizmente cientistas descobriram recentemente um reservatório subterrâneo permanente de água líquida em marte! E pode haver vida em marte!

O passado de Marte

Pode não parecer mas Marte já foi muito molhado.

Há toneladas de evidências para o escoamento de água na superfície no passado

Leitos de rios secos, lagos secos, camadas de sedimentos e certos minérios que sabemos que precisam de água para se formar.

Há até evidências de que Marte teve oceanos.

Mas tudo acabou agora.

O que aconteceu? Não está claro.

Bilhões de anos atrás, Marte era quase certamente mais quente e tinha uma atmosfera mais espessa.

Mas, por algum motivo, o seu campo magnético desapareceu.

Isso deixou Marte vulnerável ao vento solar, e durante bilhões de anos a atmosfera marciana foi sendo empurrada para o espaço.

A água foi com ela.

Isso levanta outra questão óbvia: se tivesse ar e água, poderia ter tido vida?

Essa questão não foi levada muito a sério até algumas décadas atrás, mas agora estamos muito interessado nisso.

O suficiente para gastar muito dinheiro enviando sondas para Marte para ver como as condições para a vida são agora e como foram no passado.

Ainda é uma questão em aberto mas sabemos que a vida na Terra começou pouco depois de a superfície esfriar.

Marte é menor e resfriou mais rapidamente após a sua formação, por isso não é loucura se perguntar se a vida começou lá, mesmo antes de começar aqui.

Curiosamente, o Curiosity detectou moléculas orgânicas simples em uma amostra de rocha - não significa que há vida, mas significa que os ingredientes estavam e estão lá.
O Curiosity também detectou um breve pico de metano, um gás volátil que pode ser produzido pela vida bem como por outros processos geológicos.

A evidência que temos agora é muito vaga, mas estamos apenas começando.

Precisamos de tempo! Marte não é o mesmo planeta que costumava ser.

Mas isso não significa que esteja fora das nossas possibilidades.

Chegar a Marte é difícil, mas não impossíveis. (Mais da metade das missões enviadas lá falharam)

Tivemos sucessos incríveis, incluindo orbitadores, landers e rovers (como o Curiosity).

Eu diria que nós aprendemos mais sobre o Planeta Vermelho nas últimas duas décadas, que em todos os séculos passados.

Ainda assim, tudo o que enviamos são robôs.

Eles são bons e relativamente baratos, mas são lentos.

Um humano poderia fazer muito mais em uma semana que um rover poderia em anos.

Mas os seres humanos são frágeis.

Precisamos de água, ar e comida. Nós não somos resistentes a radiação ou vácuo.

Mas a ideia de mandar pessoas para Marte não é mais tão maluca quanto era no passado.

Estamos ficando melhor em construir foguetes e a tecnologia necessária para a exploração humana de Marte está sendo desenvolvido agora.

Há até discussões sobre locais de pouso e onde construir bases.

Uma ideia interessante é usar tubos de lava - cavernas subterrâneas criadas por antigos fluxos de lava, onde o topo do fluxo esfriou e criou um telhado.

Nós sabemos que eles existem em Marte porque nós vistos buracos nos telhados, chamados clarabóias, aberturas para a caverna abaixo.

Isso forneceria abrigo contra a radiação solar, proteção contra as condições meteorológicas (Marte tem uma poeira bem desagradável e tempestades na primavera). Poderíamos selar e encher de ar esses abrigos.

Desses abrigos, poderíamos explorar o planeta vermelho. E, em alguns anos, nós saberíamos mais do que em todas as décadas e séculos passados.

Eu não posso dizer quando isso vai acontecer - daqui a 20 anos, talvez 30 ou mais - mas isso vai acontecer.

Haverá vida em Marte.
E seremos nós.

Resumindo

Hoje você aprendeu que Marte é menor e mais frio que a Terra.

Tem calotas polares, e muita poeira enferrujada cobrindo sua superfície.

Ele também tem o maior vulcão do sistema solar.

Marte está seco agora, mas já foi muito mais quente e úmido, com um atmosfera mais espessa.

Pode até ter tido vida.

Mais detalhes sobre Marte

Continuação:

Júpiter

Comentários

Sobre...


Gelson Luz é apaixonado por astronomia. Pesquise por "Gelson Luz" no seu buscador preferido para saber mais.
Nome

Blog,68,Júpiter,11,Marte,14,Mercúrio,9,Netuno,1,Planetas,2,Terminologia,16,Vênus,14,
ltr
item
Astronomia: Marte
Marte
https://2.bp.blogspot.com/-7xYflvYDnTM/W2B3F-F8C-I/AAAAAAAAFCU/KrYGcLSuyvwbnThbVVLquEmVvifnQT6pACLcBGAs/s320/Marte.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-7xYflvYDnTM/W2B3F-F8C-I/AAAAAAAAFCU/KrYGcLSuyvwbnThbVVLquEmVvifnQT6pACLcBGAs/s72-c/Marte.jpg
Astronomia
https://www.astronomia.gelsonluz.com/2018/07/marte.html
https://www.astronomia.gelsonluz.com/
https://www.astronomia.gelsonluz.com/
https://www.astronomia.gelsonluz.com/2018/07/marte.html
true
811587097880757219
UTF-8
Todos os artigos já foram carregados Não encontrei nenhum artigo :( Ver todos Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Artigos Ver todos Recomendado para você: TAGS Arquivo Procurar Todos os artigos Nenhum artigo corresponde a sua solicitação Back Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março April Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir Conteúdo exclusivo Por favor compartilhe para acessar Copiar todo código Selecionar todo código Todos os códigos from copiados Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy